jQuery
Brasil

Lucro da Embraer cai no 1º tri; United compra 30 novos aviões

abril 30, 2013

A lucro líquido da Embraer caiu 67 por cento no primeiro trimestre, em relação ao mesmo período do ano passado, frustrando as expectativas de analistas, por conta de uma piora no seu resultado operacional em meio a menor receita com a aviação comercial e maiores gastos trabalhistas.

Contudo, o anúncio nesta segunda-feira, de que a empresa recebeu um pedido de pelo menos 30 novos aviões da United Airlines aumenta as chances de recuperação da produção de jatos comerciais no próximo ano, por conta da crescente demanda dos Estados Unidos.

A fabricante brasileira de aeronaves teve um lucro líquido de 61,7 milhões de reais no primeiro trimestre, ante 187,6 milhões de reais um ano antes.

Em dólares, o lucro foi de 30 milhões de dólares, ante uma expectativa média de lucro de 58 milhões de dólares, de acordo com uma pesquisa da Reuters.

O lucro antes de juros e impostos (Ebit), que corresponde ao resultado operacional da empresa, caiu quase 50 por cento no primeiro trimestre na comparação anual, para 79,4 milhões de reais. Enquanto o Ebitda, que acrescenta depreciação e amortização, recuou para 200,8 milhões de reais, ante 263,5 milhões de reais no primeiro trimestre de 2012.

O resultado operacional no trimestre foi impactado pelo pagamento do dissídio dos trabalhadores em fevereiro. Como a data do dissídio é setembro, a empresa teve uma despesa adicional de 12 milhões de reais com o pagamento retroativo a setembro.

“Estes efeitos foram parcialmente compensados por uma taxa de câmbio mais favorável, assim como pelo pacote de benefícios do governo brasileiro”, disse a empresa em comunicado.

A receita líquida cresceu 5,6 por cento no primeiro trimestre sobre um ano antes, para 2,156 bilhão de reais, ao passo que o custo de produtos e serviços vendidos também subiu, de 1,57 bilhão para 1,68 bilhão de reais.

ENCOMENDAS

A Embraer entregou 17 aeronaves comercials e 12 executivas no primeiro trimestre. “Considerando-se todas as entregas, bem como os pedidos firmes obtidos durante o período, a carteira de pedidos firmes a entregar (backlog) da Companhia aumentou para 13,3 bilhões de dólares no final do primeiro trimestre” disse a empresa.

Nesta segunda-feira, a empresa divulgou que assinou contrato firme com a United Airlines para a venda de 30 jatos Embraer 175, em um negócio avaliado em mais de 1 bilhão de dólares.

O contrato tem opções para mais 40 aeronaves do mesmo modelo, chegando a até 70 aviões. Se todas as opções forem exercidas, a encomenda teria um valor estimado de 2,9 bilhões dólares a preço de tabela.

“Sem dúvida, este pedido deixa mais provável que vamos aumentar o ritmo de produção no próximo ano”, disse Paulo Cesar de Souza e Silva, o presidente da unidade de aviação comercial da Embraer, em entrevista por telefone. “Estamos indo muito bem neste ano.”

A primeira entrega para a United Airlines está prevista para o primeiro trimestre de 2014.

O executivo disse que continua esperando entre 200 a 400 novos pedidos de jatos regionais das principais companhias aéreas dos Estados Unidos neste ano e em meados de 2014.

“A American (Airlines) e US Airways ainda precisam renovar suas frotas. Eles fizeram isso, em parte, com o pedido em janeiro”, disse Silva à Reuters. “Eu vejo boas chances para nos fecharmos mais negócios pela frente.”

Compartir noticia por email:
Fuente: http://noticias.br.msn.com

Síguenos en Twitter: @aerolatinnews