jQuery
Brasil

Associação acusa TAP de deslocalizar trabalho para o Bangladesh

abril 22, 2016

A Associação Peço a Palavra acusa a TAP de desrespeitar as medidas cautelares do supervisor ao criar um centro de custos no Bangladesh, o que levará à deslocalização de trabalho, e a transportadora desmente e fala “em ignorância”.

Em comunicado, a Associação Peço a Palavra, criada para contestar a privatização da TAP, defende que a criação de um centro de custos/lucro no Bangladesh “representa um cenário de deslocalização de trabalho, não se encontrando asseguradas as medidas que garantem que a TAP possa continuar com o contributo dos seus trabalhadores para o IRS e para Segurança Social em Portugal”.

PUB
Fonte oficial da TAP disse à Lusa que a companhia tem dezenas de centros de custo/lucro em várias regiões, que dizem respeito “a agentes de venda”, mesmo em países de e para onde a transportadora nacional não voa, mas pode vender bilhetes em regime de ‘code-share’ (partilha de voos).

“Revela ignorância e profundo desconhecimento do negócio da aviação comercial”, disse à Lusa a mesma fonte da TAP.

Confrontado com o esclarecimento da companhia, o vice-presidente da Associação Peço a Palavra, Bruno Fialho, reiterou que a gestão privada “está a colocar a TAP em ‘offshore'”, desrespeitando “a promessa de que tudo ficava em Portugal”.

Neste contexto, a associação envia a nota de serviço à Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) e ao Ministério do Planeamento e Infraestruturas, solicitando a anulação da decisão de criação do referido centro de custos…

Compartir noticia por email:
Fuente: https://www.noticiasaominuto.com/economia/575883/associacao-acusa-tap-de-deslocalizar-trabalho-para-o-bangladesh

Síguenos en Twitter: @aerolatinnews