jQuery
Brasil

Para diretor da Latam, 2017 terá “chances de recuperação”

Para el director de Latam, 2017 tiene chances de "recuperación"

diciembre 13, 2016

Depois de um ano com “contexto macroeconômico altamente complexo e instável”, as perspectivas para 2017 são otimistas, ainda que tímidas, para a Latam Airlines. “Ainda não prevemos uma recuperação de mercado, mas vislumbramos chances de recuperação em 2017, sobretudo pela base de comparação anual favorável com relação a 2016”, afirma o diretor comercial da Latam Airlines, Igor Miranda, em entrevista ao Portal PANROTAS.

“Há muito tempo não passávamos por uma queda de demanda como a atual, mas o Brasil de 200 milhões de habitantes mantém o índice de 0,5 viagem aérea por habitante por ano. Para efeitos comparativos, por exemplo, países como Chile respondem por índice de 0,95 viagem por habitante, enquanto nos Estados Unidos o número é de 2,5. Isso significa que ainda há muito espaço para crescer quando retomarmos novo ciclo de crescimento e, quando isso acontecer, a empresa estará preparada”, aponta ele.

De acordo com o diretor, a companhia seguirá “conservadora com a capacidade do mercado” até que o País retome “uma agenda de infraestrutura e de competitividade para suas empresas”. “Projetamos mais adequação na oferta doméstica, com redução de 10% a 12% da nossa capacidade no mercado brasileiro neste ano, dependendo do comportamento da demanda”, explica Miranda.

NOVAS TARIFAS DOMÉSTICAS
Como parte das principais apostas da companhia para o próximo ano, o novo modelo de vendas para voos domésticos anunciado em novembro “é parte de uma estratégia global da Latam e suas filiais, cujo objetivo é tornar o grupo mais eficiente, inovador e ágil”. Para Miranda, a novidade deverá permitir que a companhia se torne mais competitiva, ajudando a assegurar a sustentabilidade do negócio a longo prazo.

Com a mudança, a Latam e suas filiais projetam reduzir em até 20% as tarifas mais baratas disponíveis para os voos domésticos até 2020, “consolidando sua importância para o desenvolvimento do Turismo na região [sul-americana] e contribuindo para o crescimento do tráfego aéreo per capita”, conforme explica Miranda. “Os serviços que serão oferecidos estão em desenvolvimento e devem ser informados oportunamente, de acordo com os prazos de implementação. Todas as mudanças seguirão as legislações de cada país”, afirma o diretor…

Compartir noticia por email:
Fuente: http://www.panrotas.com.br/noticia-turismo/aviacao/2016/12/para-diretor-da-latam-2017-tera-chances-de-recuperacao_142459.html?lista

Síguenos en Twitter: @aerolatinnews