ALN NEWS
Ahora leyendo:
Aumento da pista é outra necessidade de Goiás
Toda la noticia 3 minutes read

Aumento da pista é outra necessidade de Goiás

O senador goiano Wilder Morais (DEM) não pôde comparecer à cerimônia de assinatura da ordem de serviço para retomada da obra do novo aeroporto de Goiânia, que aconteceu na quarta-feira, 18, porque estava em Brasília participando da solenidade em que foi escolhido pela presidência do Senado para integrar a Comissão Senado do Futuro. Comissão esta que promoverá discussões com a sociedade organizada, especialistas e pensadores visando à busca de alternativas que promovam ações capazes de elevar os níveis de bem-estar do cidadão e aprimoramento das instituições brasileiras.

«Foram sete anos de paralisação da obra do novo aeroporto. A burocracia falou mais alto do que a necessidade da obra, que é tão fundamental para Goiás, e com isso os passageiros é que pagaram por esse tempo de paralisação», ressaltou o parlamentar. Vale observar que essa paralisação da obra, inclusive levou o ministro-chefe da Secretaria da Aviação Civil (SAC), Moreira Franco, a pedir desculpas aos goianos durante a cerimônia, na qual também estavam presentes o presidente da Infraero, Gustavo do Vale, o governador de Goiás – Marconi Perillo, e o prefeito de Goiânia – Paulo Garcia.

Quando secretário de Infraestrutura do Estado de Goiás, isso de 2011 a julho de 2012, Wilder esteve inúmeras vezes na SAC e na Infraero em busca de solução para o término da obra do novo aeroporto de Goiânia, paralisada por irregularidades apontadas pelo Tribunal de Contas da União. Numa destas visitas, ele apresentou, ao superintendente de Planejamento Aeroportuário e de Operações da Infraero, Walter Américo, um projeto de ampliação da pista do Santa Genoveva para possibilitar o recebimento de aeronaves de grande porte do setor de passageiros e de cargas. Wilder apontou ao superintendente que isso era possível por haver uma área da Embrapa ligada ao aeroporto, salientando inclusive que havia procurado o então presidente da Embrapa, Pedro Arraes, que deu sinal verde sobre a disponibilização da área com alguns condicionamentos possíveis de serem cumpridos. Américo chegou a mencionar que a respectiva área era um trunfo para Goiás, e até observou que o Estado devia adquirir outra área para construção de um novo aeroporto, citando exemplo de Belo Horizonte e São Paulo, que tiveram de construir um novo aeroporto.

O senador Wilder ressalta que Goiás agora, já que obra será concluída em 18 meses, deve se mobilizar para que a pista seja aumentada e assim o Aeroporto Santa Genoveva possa receber aviões de grande…

Compartir noticia:
Input your search keywords and press Enter.