Now Reading:
Fracos resultados levam AF-KLM a fazer mais cortes
Full Article 2 minutes read

Fracos resultados levam AF-KLM a fazer mais cortes

Os resultados da Air France-KLM no primeiro semestre do ano, com queda de 3,6% na receita, que chegou a 12,3 bilhões de euros, e no segundo trimestre, com lucro operacional despencando 53 milhões de euros (atingindo 185 milhões), levaram o CEO do maior grupo aéreo da Europa, Alexandre de Juniac, a anunciar que as medidas de corte de custo serão aceleradas, mais cortes de voos acontecerão (com foco onde as rotas são deficitárias) e a oferta para o inverno europeu será revista.

Juniac falou da volatilidade do câmbio no período, com o dólar alto aumento o preço do combustível, e de pressões sobre as unidades de receita, que analistas traduzem como a concorrência das low cost na Europa e das empresas árabes no longo curso, o que fez com que as tarifas também caíssem.

As negociações, sempre tensas, com os sindicatos de pilotos, também afetam os resultados. Quanto mais rapidamente sair um acordo, melhor para a recuperação das margens e dos negócios. A receita por assento por quilí´metro caiu 4,8% no segundo trimestre do ano.

Segundo o site de notícias Skift, a Air France cortará 14% da capacidade para o Japão, 5% para o Brasil e 6% para a África Ocidental. Os gastos terão corte de mais 300 milhões de euros até 2017…

Compartir noticia:
Input your search keywords and press Enter.