jQuery
Brasil

Aeroportos do Rio terão aumento de efetivo durante a JMJ

julio 15, 2013

Os Aeroportos do Rio receberão aumento de efetivos, assim como ocorreu durante a Copa das Confederações, com o objetivo de atender à demanda de passageiros prevista para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ). Além desse contingente, a própria orgnaização da JMJ e a Riotur disponibilizarão voluntários para apoio no atendimento. Um plano de contingência também será elaborado para garantir um fluxo especial na chegada dos grupos participantes do evento.

Cerca de dois milhões de peregrinos são esperados para o evento e, mesmo sem saber ainda a porcentagem exata de turistas que chegará em aviões, a Infraero irá reforçar a quantidade de empregados em diversas áreas do Aeroporto Internacional do Galeão – Antonio Carlos Jobim e do Aeroporto Santos Dumont. Nas vésperas da Copa das Confederações, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac)fez diversas inspeções nas cidades sedes dos jogos, o que incluiu vistorias nos aeroportos do Rio. Como esta avaliação foi recente, não foi necessária uma nova inspeção para a JMJ.

Entre os dias 19 e 31 de julho, o Galeão passará de 208 para 271 empregados nas áreas de operações, manutenção e orientação ao passageiro, um aumento de 30,2%. Já no Santos Dumont, o efetivo passará de 35 para 44 (aumento de 25,7%). No Galeão, a equipe de limpeza já foi reforçada, passando de 389 para 655 funcionários. Além disso, 25 atendentes vão se revezar no balcão de informações para garantir orientação 24 horas aos passageiros e usuários, que terão atendimento em português, em inglês e em espanhol.

No Santos Dumont, a equipe de limpeza passou de 150 para 160 funcionários. O balcão de informações, por sua vez, terá 15 atendentes se revezando para garantir orientação aos passageiros e usuários também em três idiomas. Os dois aeroportos também terão equipes de plantão para garantir o funcionamento de escadas rolantes, elevadores, esteiras e sistemas de ar condicionado.

Instalações especiais para peregrinos

Outra medida de preparativo será a elaboração de um plano de contingência feito pela Secretaria de Aviação Civil (SAC), Infraero, Anac e os demais entes do setor aéreo – Receita Federal, Polícia Federal, Vigiagro, Anvisa, FAB (Decea e Base Aérea), com base em experiências de grandes eventos como a Rio+20 e a própria Copa das Confederações. Essas ações também têm sido embasadas em dados de movimentação de aeronaves da Anac.

No Plano de Contingência está previsto um fluxo operacional para a chegada dos diferentes grupos: cardeais, arcebispos e bispos, além dos peregrinos. Esse fluxo especial envolve os diversos órgãos que atuam no aeroporto. Há também um contingente extra de empregados da Infraero que vai atuar especificamente neste evento, nas áreas de operações, segurança, manutenção e atendimento.

Para os peregrinos, a Infraero vai instalar uma sinalização especial (em português, em inglês e em espanhol), que orienta o passageiro desde as saídas das pontes de embarque até a saída do Aeroporto do Galeão. Além disso, do terminal 2 para o terminal 1, haverá um shuttle especial da Infraero para transporte dos peregrinos, que também terão acesso especial a uma fun zone, área de entretenimento que será montada no setor C do terminal 1.

Tanto a RioTur como a JMJ vão colocar à disposição equipes para dar apoio aos peregrinos. No total, a JMJ se comprometeu em oferecer 298 voluntários, sendo 190 para o Galeão e 108 para o Santos Dumont.

Compartir noticia por email:
Fuente: http://www.jb.com.br/

Síguenos en Twitter: @aerolatinnews