jQuery
Brasil

Brasil é o quarto país com melhor segurança operacional da aviação

noviembre 20, 2015

Auditoria da Organização de Aviação Civil Internacional (ICAO) mostra que o Brasil é o quarto país no ranking da segurança operacional da aviação no mundo, atrás somente de Coreia do Sul, Cingapura e Emirados Árabes Unidos.

A ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil divulga dados que mostram que o Brasil obteve 96,49% de conformidade com as normas do programa de adequação de segurança. Segundo a Secretaria de Aviação Civil, o resultado se deve ao programa lançado em resposta às preocupações sobre a adequação da segurança operacional na aviação em todo o mundo.

O especialista Nélson Francisco Düring afirma que o Brasil sempre teve uma boa posição no ranking da aviação:

“A formação da nossa estrutura de aviação civil está muito vinculada à estrutura militar. Os principais aeroportos geralmente foram bases aéreas. O Galeão (Rio) era uma base aérea; Congonhas e Guarulhos (SP), também. Isso é uma parte da infraestrutura. E na parte de comando, controle e organização também houve um grande avanço quando nos anos de 1970 o Brasil optou por ter um sistema integrado de comando e controle de espaço aéreo, o que permitiu que tivéssemos uma evolução muito grande.”

Segundo Düring, após o 11 de Setembro autoridades de vários países, inclusive dos Estados Unidos, vieram ao Brasil para ver como funcionava um comando único brasileiro tanto para a aviação civil como para aviação militar.

O especialista avalia que o setor no Brasil chegou a passar por alguns momentos tumultuados com a criação da Agência Nacional de Aviação Civil, a passagem de boa parte das funções do comando da Aeronáutica para a parte civil, mas agora o momento é de alavancagem do setor, e esse resultado é positivo para o país.

“Nós estamos retomando um bom conceito, que a aviação brasileira sempre teve. E esse índice é muito bom, porque nós temos à nossa frente três países [Coreia do Sul, Cingapura e Emirados Árabes Unidos] que têm seu espaço aéreo, seu sistema aeronáutico civil, bem monitorado”…

Compartir noticia por email:
Fuente: http://br.sputniknews.com/brasil/20151119/2820806.html

Síguenos en Twitter: @aerolatinnews