jQuery
Brasil

Diretor da Avianca explica certificação inédita; leia

Director de Avianca explica certificación sin precedentes; leer

mayo 26, 2016

O diretor de Operações de Voo da Avianca Brasil, Norberto Raniero, explicou hoje, junto com o presidente do Conselho de Administração da companhia, José Efromovich, o processo realizado pela empresa para obter a autorização de operar no Aeroporto Internacional de São Paulo sob a Categoria III (A) do sistema de aproximação por instrumentos.

Segundo o diretor, Guarulhos é o primeiro aeroporto do País e a Avianca Brasil é a primeira aérea a obter essa certificação. “Nós temos alguns aeroportos no Brasil com grande incidência de fechamentos por conta de nevoeiros. Guarulhos não é o pior de todos, mas é o que tem o maior número de voos. Se ele fecha, o transtorno é muito grande, pois a aeronave precisa alternar para Campinas (SP), Rio de Janeiro ou até Curitiba. Prejudica não só o passageiro, mas também a companhia”, afirma Efromovich.

Ainda de acordo com os dois executivos, a tripulação da companhia está treinada e apta a realizar essas aproximações e à medida que outros aeroportos nacionais obtiverem a certificação, a Avianca Brasil acompanhará esta evolução. “Gostaríamos bastante de operar com Cat III em Curitiba e Porto Alegre, que são aeroportos com grandes índices de nevoeiros”, destacou Efromovich. “Evoluir a infraestrutura operacional dos nossos aeroportos é uma coisa que o Brasil precisa fazer com urgência”, concluiu o executivo.

Veja abaixo as explicações de Raniero sobre a certificação Cat III?

O que é?
O Cat III é uma aproximação por instrumentos e pouco de precisão (condições visuais mais restritas) com altura de decisão inferior a 100 pés (30 metros) e um alcance visual de pista não inferior a 700 pés (200 metros).

Do que depende a certificação e como é o processo?
O processo para a operação do Cat III depende de quatro elementos, que atendem os preceitos regulatórios e são: aeronave, aeroporto, treinamento de pilotos e companhia operadora.

Dividido em cinco fases, o processo de certificação da Avianca levou quatros anos. Foi iniciado em 2012, com a Reunião de Orientação Prévia (ROP) com a Anac, em 2013 foi feita a entrega da documentação à agência, no ano seguinte a Anac avaliou a documentação entregue, em 2015 foram feitas demonstrações (cerca de 100 aproximações) e, em 2016, a Anac avaliou as demonstrações e aprovou a companhia brasileira…

Compartir noticia por email:
Fuente: http://www.panrotas.com.br/noticia-turismo/aviacao/2016/05/diretor-da-avianca-explica-certificacao-inedita-leia_126043.html?lista

Síguenos en Twitter: @aerolatinnews