Ahora leyendo:
Aeroporto de Salvador terá nova sala de embarque em setembro
Toda la noticia 2 minutes read

Aeroporto de Salvador terá nova sala de embarque em setembro

As obras de ampliação da sala de espera do embarque e da área de restituição de bagagens do Aeroporto Internacional de Salvador começaram na noite dessa quarta-feira (31). O aumento da área total vai possibilitar ainda a instalação de mais uma esteira de bagagens

Em virtude da ampliação, a localização das escadas rolantes e elevadores que levam até a área de desembarque será alterada. Os equipamentos serão isolados para retirada e demolição da sua estrutura e outro conjunto mais moderno será instalado próximo ao portão de embarque 1.

Durante as intervenções, ocorrem também mudanças no fluxo do desembarque doméstico. Placas de sinalização provisória dispostas no local e agentes do terminal vão orientar os passageiros, indicando o caminho a seguir. Os viajantes serão direcionados para a área de desembarque remoto, no andar térreo.

A conclusão da ampliação está prevista para setembro, quando haverá a retiradas de tapumes e colocação de sinalização definitiva.

Ainda este ano, será apresentado uma série de alterações para os usuários do terminal. Entre as mudanças previstas no Contrato de Concessão estão a expansão do terminal de passageiros em 22 mil m², modernização de banheiros e fraldários, ampliação do pátio de aeronaves, requalificação da pista principal, construção de novo píer com seis novas pontes de embarque, melhorias no sistema de refrigeração, novo sistema de detecção e combate a incêndios, reforma de todas as subestações de energia com painéis automáticos, e aquisição de novos grupos geradores.

O Aeroporto Internacional de Salvador Luís Eduardo Magalhães foi leiloado em março de 2017 por R$ 660 milhões e passou para responsabilidade da companhia francesa Vinci. O contrato de concessão tem validade de 30 anos

Calendário
A primeira etapa das obras iniciou em abril de 2018, três meses depois que a Vinci assumiu o aeroporto por um contrato de concessão, válido até 2047. Essa fase termina em 31 de outubro e concentra 90% das intervenções solicitadas pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Até lá, serão entregues ainda um sistema de prevenção de incêndio – que não existia -, e a integração do embarque internacional, que ficará junto com o doméstico. Já foram entregues uma pista auxiliar e dois conjuntos dos 13 banheiros e bebedouros…

Compartir noticia:
Input your search keywords and press Enter.