Ahora leyendo:
Azul terá que explicar suspensão de voos intermunicipais
Toda la noticia 2 minutes read

Azul terá que explicar suspensão de voos intermunicipais

A Azul Linhas Aéreas terá que se explicar para a justiça federal o motivo que levou a companhia a suspender todos os voos intermunicipais no Estado de Rondônia. A ação foi ajuizada pela unidade do Ministério Público Federal (MPF) em Vilhena, para restabelecer o transporte aéreo coletivo intermunicipal em Rondônia, suspenso desde o último dia 5 de agosto. Segundo o órgão, a ação judicial foi proposta em harmonia com os anseios sociais da população de Rondônia.

Um dos aeroportos prejudicados foi o Aeroporto Regional José Coleto, localizado no município de Ji-Paraná, região central do Estado de Rondônia, que ficou sem voos estadual. Com a mudança, a segunda maior cidade de Rondônia vai perder os voos para Porto Velho e Vilhena, saindo do município.

Os voos com destino para Ji-Paraná e Porto Velho estão sendo somente por meio de Cuiabá, aumentando muito as horas de voos dos passageiros. Segundo informações da assessoria da Azul Linhas Aéreas, quem precisar vir para Ji-Paraná, ou sair do município para Porto Velho, está tendo a rota de viajar para Cuiabá, para depois fazer uma conexão para os municípios de origem. A mudança, já foi aprovada pela ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), conforme informou a própria assessoria.

Na ação, o procurador da República Guilherme Rocha Göpfert argumenta que a Azul Linhas Aéreas é uma concessionária de serviço público, e, nessa condição, presta serviço público mediante delegação, tendo assinado um contrato administrativo com o Estado. Segundo o procurador, a Azul não pode, ao seu ……………….

Compartir noticia:
Input your search keywords and press Enter.