Please ensure Javascript is enabled for purposes of website accessibility
Ahora leyendo:
BH Airport fecha o ano com movimentação de cerca de 10 milhões de passageiros
Toda la noticia 8 minutes read

BH Airport fecha o ano com movimentação de cerca de 10 milhões de passageiros

O BH Airport se manteve em evolução ao longo deste ano. Apesar dos impactos da pandemia da Covid-19 ainda refletirem nas operações, será possível fechar o ano com a movimentação de cerca de 10 milhões de passageiros. O retorno aos patamares pré-pandemia, ou seja, movimentação anual de 11,3 milhões de pessoas ficará para 2023. Já em relação aos destinos atendidos, o total chegará a 50 em dezembro, entre voos domésticos e internacionais, o que fortalece o aeroporto como um hub.

“O balanço do ano é positivo. Saltamos de 7 milhões de passageiros em 2021 para cerca de 10 milhões este ano. Nos fortalecemos como hub de destinos, um centro de distribuição de voos perto das pessoas e pronto para encurtar distâncias e conectar destinos. Alcançamos conquistas importantes, como o selo de Aeroporto Verde e a renovação da acreditação de carbono no nível 2, que trata da redução das emissões de carbono. Além disso, lançamos o projeto do Centro de Inovação, que contribuiu para que fechássemos o ano como o melhor aeroporto do país, assim como o mais inovador e sustentável”, ressalta o CEO do BH Airport, Kleber Meira.

Para oferecer a melhor experiência aeroportuária aos clientes, o Terminal de Passageiros 1 entrou em reforma ao longo do ano e está prestes a ser inaugurada a primeira fase de conclusão da obra, que demandou recursos da ordem de R$ 100 milhões. Ainda em dezembro, os passageiros terão um novo canal de inspeção centralizado, bem como a abertura dos portões 3, 4, 5 e 6.

A reforma tem o intuito de trazer mais conforto e comodidade às pessoas, assim como ampliar as áreas comerciais em 100%. “A ideia dessa revitalização foi trazer toda a modernidade do Terminal de Passageiros 2 também para o terminal mais antigo. Construído há mais de 30 anos, o Terminal de Passageiros 1 tem arquitetura e estética marcadas pelo concreto. Com o projeto de reforma e modernização, o intuito é compor harmonicamente as áreas existentes com novos materiais e texturas e também trazer toda a cultura de Minas para o aeródromo”, explica o diretor de Operações e Infraestrutura Herlichy Bastos.

Mix em expansão

Ao longo de 2022, o BH Airport atuou para ampliar o seu mix e lançou 15 lojas em 11 meses. No primeiro semestre deste ano, foram inaugurados na sala de embarque doméstica os quiosques Califfornia Coffee, Dufry Vinhos, Dufry Balas e Doog. A sala de embarque também contou com a abertura da nova operação do Subway, do Liqd Bar e da joalheria internacional Pandora. Para fechar as inaugurações do primeiro semestre, ocorreu o lançamento da Kopenhagen, no desembarque 2. Já no segundo semestre, as inaugurações foram dedicadas ao saguão do aeroporto. Abriram as portas a Pizza Hut e o Rokkon, restaurante de culinária japonesa, assim como os novos quiosques da Cacau Show e da Goccia Di Latte. Em julho foi inaugurado o La Vinícola, um espaço que combina winebar e fingerfoods, e mais uma loja do gelato italiano Goccia Di Latte. Para completar, foi lançada a Dufry Express.

“Privilegiado pela localização em uma das regiões mais acolhedoras do mundo, o BH Airport estende a calorosa receptividade do povo mineiro aos clientes, proporcionando uma experiência única de viagem em um hub de conexões com infraestrutura completa e diversificada para compras, alimentação e convivência”, assinala o diretor Comercial e de Novos Negócios do aeroporto, Marcos Mandacaru.

Com o fim da primeira fase da obra, uma das novidades já prevista para este fim de ano é a inauguração da megastore Dufry, em formato walkthrough, com quase mil metros quadrados. O empreendimento é a porta de entrada para a nova sala de embarque do aeroporto, uma das obras que será entregue na primeira fase da reforma do Terminal de Passageiros 1. Recentemente, a marca líder em varejo de viagem estendeu o contrato de Duty Free no aeroporto até 2029. A empresa, que opera um total de dez lojas Duty Free, Duty Paid e Hudson News, prevê a construção de mais três novas lojas Duty Paid.

Atualmente, o mix do aeroporto é composto por mais de 70 operações. Para 2023, a expectativa é de abrir mais de 30 novas operações. “O BH Airport é uma smart city, que oferece conforto, tranquilidade, praticidade e inúmeras soluções a passageiros, visitantes e comunidade aeroportuária, incluindo esse verdadeiro shopping, que define nossa infraestrutura de operações comerciais”, ressalta Marcos Mandacaru. “A perspectiva é ainda mais otimista para 2023, com a progressiva evolução na movimentação de passageiros e as iniciativas focadas em inovação, contando sempre com a confiança dos parceiros e uma gestão cada vez mais humanizada”, conclui.

Evolução da malha aérea

Ampliar a conectividade de Minas com o Brasil e o mundo se manteve como foco no BH Airport. Ao final de 2022, o terminal estará em conexão com 50 destinos. Além das rotas internacionais (Lisboa/Portugal e Panamá), o aeroporto estará conectado aos seguintes destinos domésticos, entre voos extras e regulares:  Aracaju(SE), Belém (PA), Barreiras (BA), Brasília (DF), Cabo Frio (RJ), Caldas Novas (GO), Campinas (SP), Carajás (PA), Comandatuba (BA), Congonhas (SP), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Fortaleza (CE), Foz do Iguaçu (PR), Guanambi (BA), Guarulhos (SP), Governador Valadares (MG), Goiânia (GO), Ilhéus (BA), Imperatriz (MA), Ipatinga (MG), Jericoacoara (CE), João Pessoa (PB), Juiz de Fora (MG), Lençóis (BA), Maceió (AL), Marabá (PA), Montes Claros (MG), Natal (RN), Navegantes (SC), Paracatu (MG), Patos de Minas (MG), Porto Alegre (RS), Porto Seguro (BA), Recife (PE), Ribeirão Preto (SP), Salvador (BA), Santarém (PA), Santos Dumont (RJ), São José do Rio Preto (SP), São Luís (MA), Teófilo Otoni (MG), Uberaba (MG), Uberlândia (MG), Varginha (MG), Vitória (ES) e Vitória da Conquista (BA).

Aeroporto sustentável

Em 2022, o BH Airport, recebeu, pelo segundo ano consecutivo, o Green Airport Recognition durante a Annual Assembly Conference & Exhibition ACI-LAC 2022, realizada em Buenos Aires, na Argentina. A reforma da Central de Água Gelada foi destaque durante o evento e recebeu também a menção honrosa como projeto sustentável nas áreas de Eficiência Energética, Reuso de Água e Custo de Manutenção.

O aeroporto também recebeu a renovação da acreditação de redução de emissões de carbono, no nível 2, pelo programa do Airport Council International (ACI). Essa foi a terceira vez que o terminal recebe a certificação por atender a todos os requisitos necessários de redução das fontes de emissão de gases de efeito estufa que saíram de 2.480 toneladas no primeiro ano de participação no programa, em 2017, para 584,6 toneladas em 2021.

Inovações a favor setor da aviação

O BH Airport também lançou, este ano, o projeto do Centro de Inovação, que deverá ser inaugurado em 2023, no segundo pavimento do aeroporto. A ideia é reunir empresas parceiras para promover a inovação de forma conjunta e colaborativa, consolidando o conceito de smart airport no terminal. “Dos gigantes globais aos terminais de pequena escala, a inovação é o combustível que impulsiona, transforma e conecta os smarts airports ao futuro. Queremos unir forças, pensar junto e desenvolver soluções inovadoras e sustentáveis para estimular o setor. No aeroporto a trajetória já foi estabelecida e estamos atentos ao mercado, às tendências e temos o apoio de parceiros que também estão nessa caminhada inovadora”, explica Marcos Mandacaru.

O futuro

Para 2023, o aeroporto projeta a retomada da movimentação de pessoas e aeronaves aos patamares pré-pandemia. Com o fim da segunda fase das obras, novas marcas também passam a fazer parte do mix de lojas, o que se refletirá em diversificação de produtos e serviços para passageiros, visitantes e toda a comunidade aeroportuária. A expectativa é de também incrementar os serviços do Hub Logístico Multimodal e do Aeroporto Industrial. ​

Compartir noticia:
Fuente: BH Airport
Input your search keywords and press Enter.