Please ensure Javascript is enabled for purposes of website accessibility
Ahora leyendo:
Embraer apresenta tendências para aviação do futuro
Toda la noticia 4 minutes read

Embraer apresenta tendências para aviação do futuro

A Embraer apresenta hoje novos conceitos de aeronaves, como parte dos avanços do programa Energia – iniciativa da Embraer para zerar as emissões de poluentes na indústria da aviação até 2050.

Um ano após o evento Sustentabilidade em Ação da Embraer, que detalhou o estudo de quatro novos conceitos de aeronaves movidas a novas tecnologias e energias renováveis, a empresa tem focado em dois projetos de 19 a 30 lugares, com propulsão elétrica híbrida e elétrica a hidrogênio. As pesquisas têm sido desenvolvidas com base na experiência técnica de 50 anos da empresa, contribuições externas de companhias aéreas e estudos conjuntos com fabricantes de motores. Os dois projetos oferecem um caminho tecnicamente realista e economicamente viável para zerar as emissões de carbono.

Energia Híbrido (E19-HE e E30-HE) – anunciado em 2021 com nove lugares, a Embraer agora explora uma versão de 19 e 30 lugares com:

• propulsão híbrida-elétrica paralela

• até 90% de redução de emissões de CO2 ao usar SAF

• versões de 19 e 30 lugares

• motores na traseira

• prontidão tecnológica – início de 2030

Energia com Célula de Combustível H2 (E19-H2FC e E30-H2FC) – anunciado com 19 lugares em 2021, a Embraer estuda uma versão de 30 lugares com:

• propulsão elétrica a hidrogênio

• zero emissões de CO2

• versões de 19 e 30 lugares

• motores elétricos na traseira

• prontidão tecnológica – 2035

Ainda em fase de avaliação, as arquiteturas e tecnologias estão sendo avaliadas quanto à viabilidade técnica e comercial. O Conselho Consultivo do programa Energia também foi lançado para aproveitar as contribuições e a colaboração de companhias aéreas parceiras.

De acordo com Arjan Meijer, presidente e CEO da Embraer Aviação Comercial, a companhia estabeleceu metas ousadas, mas realistas, para que esses conceitos cheguem ao mercado. “Desde que anunciamos nossos conceitos Energia, no ano passado, estivemos avaliando diferentes arquiteturas e sistemas de propulsão. Esses esforços resultaram nas atualizações de nossos conceitos que compartilhamos hoje”, disse. O executivo destacou ainda a participação de algumas companhias aéreas no Conselho Consultivo do programa Energia: “A experiência e o conhecimento que trazem para o estudo serão fundamentais para acelerar para as próximas fases.”

Luis Carlos Affonso, vice-presidente sênior de Engenharia, Tecnologia e Estratégia Corporativa da Embraer, completa: “Como as novas tecnologias de propulsão serão aplicadas pela primeira vez em aeronaves menores, a Embraer está em uma posição única. Os aviões de 19 e 30 lugares são pontos de partida mais adequados para estudos focados, uma vez que devem apresentar prontidão técnica e econômica mais cedo”. Além disso, Affonso reforça os avanços que já têm ocorrido nas últimas décadas: “Embora os desafios de uma aviação com zero emissão de carbono sejam significativos, em menos de 25 anos nossas aeronaves comerciais já reduziram o consumo de combustível e as emissões de CO2 em quase 50% com base em assento/milha, usando apenas combustíveis convencionais e propulsão – estou convencido de que podemos zerar as emissões de poluentes.”

Energia

O evento ‘Energia – Tendências para o futuro’, disponível no canal da Embraer no YouTube https://youtube.com/embraer, foi transmitido ao vivo e simultaneamente de Amsterdã e São José dos Campos. Além das apresentações do VP de Engenharia da Embraer e do CEO da Aviação Comercial, foi realizado um tour de 360° por dois dos conceitos nos quais a Embraer está focando atualmente – Energia com Célula de Combustível H2 e Energia Híbrido Elétrico.

Compartir noticia:
Fuente: Embraer
Input your search keywords and press Enter.