Ahora leyendo:
Embraer: receita líquida de aviação comercial sobe 72% no 4º trimestre
Toda la noticia 3 minutes read

Embraer: receita líquida de aviação comercial sobe 72% no 4º trimestre

Na análise por segmento de negócios da Embraer, o de Aviação Comercial ficou com maior fatia de receita lí­quida no quarto trimestre de 2015. A unidade teve participação de 53,7% no total das receitas, com R$ 4,295 bilhões, alta de 72% ante os R$ 2,496 bilhões do mesmo período de 2014. Na comparação com o terceiro trimestre do ano passado, houve alta de 78,4%.

A Embraer destaca a assinatura de contrato no último trimestre com a SkyWest para um pedido firme de 19 jatos E175, a serem operados pela SkyWest Airlines por meio de uma emenda no acordo de compra de capacidade com a Delta. Já a KLM Cityhopper confirmou duas opções adicionais para o jato E175, do contrato com 17 pedidos firmes e 17 opções anunciado em março de 2015″, diz a companhia.

«A Embraer entregou em dezembro os dois primeiros jatos E195 à Tianjin Airlines, cliente-lançador deste modelo de aeronave na China», destaca em informe de resultados do quarto trimestre de 2015. «No mesmo período, a Colorful Guizhou, também da China, recebeu seus dois primeiros E190».

Na sequência, vem a aviação executiva, com uma fatia de 36% da receita lí­quida total da Embraer no quarto trimestre do ano passado, com uma cifra de R$ 2,876 bilhões, avanço de 60,76% ante R$ 1,789 bilhão do quarto trimestre de 2014. Na comparação com o terceiro trimestre houve alta de 94,2%.

No quarto trimestre, a Embraer entregou 25 jatos leves e 20 jatos grandes, totalizando 45 aeronaves, um decréscimo de sete unidades em relação ao mesmo período de 2014.

Já o segmento de Defesa & Segurança ficou com 9,7% da receita lí­quida total da Embraer entre outubro e dezembro, com R$ 771,9 milhões, uma queda de 15,47% ante a cifra do mesmo período de 2014, de R$ 913,2 milhões, e alta de 19,9% na comparação com a receita lí­quida do segundo trimestre.

Conforme a Embraer, o desempenho do setor de Defesa & Segurança foi influenciado pela variação cambial que motivou a revisão da base de custos de determinados contratos nesse segmento.

No consolidado de 2015, a receita lí­quida da Embraer somou R$ 20,301 bilhões, dos quais R$ 11,349 bilhões dizem respeito ao segmento de aviação comercial (55,9%, ante 50,1% em 2014), R$ 6,091 bilhões ao segmento de aviação executiva (30%, ante 25,8% em 2014) e R$ 2,695 bilhões ao segmento de Defesa & Segurança (13,3%, ante 22,9% em 2014)…

Compartir noticia:
Input your search keywords and press Enter.