Ahora leyendo:
Emprego do transporte aéreo na movimentação de cargas cresce com a retomada econômica
Toda la noticia 2 minutes read

Emprego do transporte aéreo na movimentação de cargas cresce com a retomada econômica

Apesar de ser considerado um modal "caro", o seu maior emprego, segundo os fornecedores deste serviço, ocorre em razão de oferecer segurança, agilidade e redução no prazo de entrega, além de promover redução de estoques.

Há alguns anos, a utilização do transporte aéreo era restrita às empresas que necessitavam enviar cargas com urgência. Atualmente, a participação do transporte aéreo de cargas vem crescendo constantemente devido aos diversos benefícios que ele proporciona, como aumento no nível de segurança, agilidade em todo o processo logístico, redução no prazo de entrega, entre outros.

A avaliação "“ tendo como base as vantagens do transporte aéreo em relação aos outros modais no atual momento econômico "“ é feita por Marcelo Zeferino, gerente comercial nacional da Prestex Cargas Express.

O gerente comercial continua: mas como escolher o melhor modal de transporte para a distribuição de cargas? Essa é uma questão comumente levantada por gestores de logística, e isso acontece em razão das diferenças que cada modalidade apresenta, e deve ser avaliado caso a caso.

Várias situações de mercado favorecem o modal aéreo, ainda segundo Zeferino, que elenca dois pontos como os primordiais para a escolha desta operação logística.

O primeiro é o Just in time. "Com o modelo Just in time, a cadeia de suprimentos acaba trabalhando no limite da perfeição "“ qualquer inconformidade neste processo causa um impacto operacional considerável. Ter um parceiro estratégico capaz de entender essas situações e resolve-las, independente do dia e horário que aconteçam, transmite mais confiança e tranquilidade para as empresas."

O segundo é a Performance x Custo. "Momentos difíceis como os de hoje têm um fator muito importante, sempre deixam ensinamentos e aprendizados. Talvez a maior lição seja a de que precisamos avaliar melhor "˜como"™ e "˜o que"™ compramos. Antes de 2016, motivado pelo aceleramento da economia, o brasileiro consumia tudo, sem exceção, e muitas vezes sem distinção do que estava adquirindo. Após essa fase de abundância, com recursos escassos, as empresas e consumidores começaram a avaliar não só financeiramente, mas também tecnicamente suas compra"…

Compartir noticia:
Input your search keywords and press Enter.