Ahora leyendo:
Fortaleza pode ganhar voo direto para Orlando
Toda la noticia 3 minutes read

Fortaleza pode ganhar voo direto para Orlando

Quem já voou do Ceará para os Estados Unidos ou de lá para cá, via Rio de Janeiro, Manaus ou Brasília, sabe o quanto é desestimulante ouvir o piloto, ao cruzar o espaço aéreo de Fortaleza, informar que está sobrevoando a cidade, e saber que ele não vai pousar aqui, e que vai ter que seguir viagem por mais três ou quatro horas, porque não há escala em território cearense. Esse tormento, que hoje leva, no mínimo 12 horas -3 horas de Fortaleza para Brasília, por exemplo, e mais 9 para Miami -, sem falar no tempo perdido entre as conexões; pode, enfim, acabar.

Com vários parques de diversões, a cidade de Orlando, nos Estados Unidos, é um dos destinos turísticos mais procurados por cearenses, sobretudo jovens em férias escolares. Atualmente, a viagem leva, no mínimo, 10 horas FOTO: DIVULGAÇÃO

O Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico (Cede) está negociando com a empresa norte-americana Dynamic Airways um voo direto de Fortaleza, para Orlando, nos Estados Unidos, já a partir de 21 de dezembro próximo. Segundo o titular do Cede-CE, Alexandre Pereira, a nova linha terá frequência semanal, até maio de 2014, podendo ser ampliada para três voos por semana, de acordo com a demanda de passageiros, do Nordeste para os Estados Unidos e de lá para cá.

Horários

Direto, sem conexão, o voo terá 6h50 de duração, com partidas de Fortaleza, às 3h30, de sábado, e chagada às 11 horas da manhã, em Orlando. O voo de volta parte na noite de sexta-feira, de Orlando, e desembarca no Aeroporto Internacional Pinto Martins, a 1 hora da madrugada do sábado. A aeronave utilizada será um Boeing 767-200, com capacidade para cerca de 230 passageiros. O preço da passagem ainda não foi revelado.

De acordo com Pereira, o interessante deste voo é que a demanda partiu das próprias operadoras – Be Happy, Complexus e Quality – que vêm identificando o potencial do fluxo de turistas da região para os Estados Unidos, sobretudo para Miami e Orlando. «O Ceará está preparado para receber um grande fluxo de negócios com diversos países. Esse voo vai aumentar ainda mais nosso potencial», acredita o secretário. Segundo ele, a nova rota está sendo muito bem vista pelo trade turístico e pelo governo cearense. A expectativa é que passageiros de estados vizinhos, como Piauí, Maranhão e Rio Grande do Norte, também utilizem o voo.

Desafio

O maior desafio, no entanto, será atrair turistas da América do Norte para o Ceará e demais estados do Nordeste, operação já tentada há alguns anos, via Delta Airlines e que não se viabilizou. «Temos um amplo mercado a explorar…

Compartir noticia:
Input your search keywords and press Enter.