Ahora leyendo:
International Brazil Air Show debaterá sobre o setor aéreo da América Latina
Toda la noticia 4 minutes read

International Brazil Air Show debaterá sobre o setor aéreo da América Latina

A 2ª Edição do IBAS – International Brazil Air Show será realizada nos dias 01, 02 e 03 de outubro de 2019, no GRU Airport – Aeroporto Internacional de São Paulo –. Primeiro evento brasileiro com foco na indústria aeroespacial internacional e na infraestrutura aeroportuária, o IBAS reunirá líderes do segmento aéreo mundial para debater sobre o desenvolvimento do setor na América Latina, responsável por 1,4% PIB Brasileiro, ou seja, R$25,1 bilhões, de acordo com os dados da Associação Internacional de Transportes Aéreos (IATA). O evento, realizado pela Sator e com co-realização do GRU Airport, conta com apoios institucionais da Força Aérea Brasileira (FAB), Ministério dos Transportes, Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR).

Com contribuição fundamental para a economia, o setor de transporte aéreo propicia a geração de empregos, riquezas e ainda conecta as pessoas. Segundo relatório produzido pela Boeing, o Current Market Outlook (CMO) de 2017, na análise do mercado latino-americano avaliado pelo estudo em US$ 250 bilhões, espera-se que, em até 20 anos, 3,01 mil novas aeronaves comerciais cheguem à região. “O Brasil representa, sozinho, 5% do mercado mundial de aviação executiva, sendo que a América Latina representa 7% no geral. Já o total de empregos no Brasil, em 2014, é estimado em 1,6 milhões, somados os empregos diretos, indiretos e induzidos pela aviação e setores correlatos, como aeroportos, serviços de terra e aeroespaciais, além do turismo”, comenta Paula Faria, diretora executiva da Sator.

A executiva disse ainda que o evento reunirá governo, empresas, entidades e que, nos três dias, serão realizados seminários, exposições e rodadas de negócios. “Reuniremos, em um único evento, a cadeia aeroespacial, de infraestrutura aeroportuária e de fornecedores da aviação comercial e executiva. A 2ª Edição do IBAS – International Brazil Air Show – contará com diversas atividades e eventos paralelos para os expositores, patrocinadores e participantes em geral, gerando oportunidades de networking e negócios, visto que o público participante será composto por profissionais altamente qualificados nas indústrias relacionadas. Sem dúvida, será uma oportunidade ímpar para fomentar discussões e promover negócios entre os setores envolvidos com este mercado, considerado fundamental para o desenvolvimento do Brasil e da América Latina. É importante ressaltar que o IBAS irá agregar mais valor e liderança para o segmento que, sem dúvida, é uma força global reconhecida pela sua excelência e tecnologia de ponta”, conclui Paula Faria.

A pauta do IBAS – International Brazil Air Show 2019 contempla diferentes abordagens relacionadas ao setor, tais como: o mercado aeroespacial brasileiro no contexto internacional; cadeia de suprimentos e o setor de carga aérea: tendências, oportunidades e desafios; inovação e a criatividade latino-americana no setor aeroespacial e de transporte aéreo; desafios legais, financeiros e de regulamentação na América Latina; novas tecnologias e melhores práticas de treinamento em aviação; o papel da aviação de negócios para o desenvolvimento econômico da América Latina; aviação geral: modernização do setor para seu pleno desenvolvimento; a importância do turismo para o desenvolvimento econômico sustentável do transporte aéreo; desafios para integração aérea e o desenvolvimento econômico do setor na América Latina; tendências, inovação e colaboração do setor de Controle de Tráfego Aéreo na América Latina; estágio atual e desenvolvimento do mercado espacial na América Latina; A presença da mulher na indústria de aviação e aeroespacial, entre outros pontos.

O setor em números
Atualmente, a frota de aviação comercial brasileira é de aproximadamente 680 aeronaves e a frota executiva é de mais de 1650 aeronaves, de acordo com dados da Associação Brasileira de Aviação Geral (ABAG).

Programa Nacional de Desestatização
De 2012 a 2018 foram concedidos 10 aeroportos à iniciativa privada: São Gonçalo do Amarante (RN); Guarulhos (SP); Viracopos (SP); Brasília (DF); Galeão (RJ); Confins (MG); Fortaleza (CE); Salvador (BA); Florianópolis (SC); Porto Alegre (RS).

Compartir noticia:
Input your search keywords and press Enter.