Ahora leyendo:
LATAM abre nova linha de manutenção no interior paulista e concentra no Brasil 56% das suas manutenções pesadas de aeronaves
Toda la noticia 3 minutes read

LATAM abre nova linha de manutenção no interior paulista e concentra no Brasil 56% das suas manutenções pesadas de aeronaves

O Grupo LATAM decidiu abrir uma nova linha de manutenção no seu MRO (sigla para Maintenance, Repair and Overhaul), instalado em São Carlos (SP). A partir de maio de 2022, esta linha do centro de manutenção começará a funcionar dedicada à manutenção pesada (check C) de aeronaves Boeing 767 cargueiras. A iniciativa tem como objetivo uma operação cada vez mais eficiente e competitiva, fazendo com que o Brasil concentre 56% de todas as manutenções pesadas das aeronaves do grupo. Como resultado, os custos totais de manutenção da LATAM poderão ser reduzidos em até 40% na comparação com os serviços prestados por terceiros.

“Concentrar mais da metade da manutenção pesada de aeronaves da LATAM no Brasil é um passo muito importante para nós. A estratégia global é aumentar o volume de serviços internamente, maximizando a ocupação dos MROs do Grupo e os investimentos que temos feito vão de encontro a isso”, ressalta Alexandre Peronti, diretor de Manutenção da LATAM Brasil.

O LATAM MRO de São Carlos (SP) possui um papel estratégico dentro do Grupo LATAM. Graças à sua capacidade tecnológica e à internacionalização do aeroporto de São Carlos, a LATAM conseguiu priorizar no Brasil a manutenção pesada dos Boeing 767 e Airbus família A320, desde 2019. A atual capacidade produtiva na unidade de São Carlos é de cerca de 10 a 12 checks anuais de aeronaves Boeing 767. Agora, com a sua segunda linha de produção, essa capacidade deve dobrar para 20 checks por ano.

Atualmente, o LATAM MRO de São Carlos (SP) também concentra sete linhas de manutenção pesada para aeronaves da família Airbus A320, capaz de realizar 100% dos checks da frota brasileira desse modelo, além de 66% da frota de todo o Grupo LATAM – a meta é alcançar 74% até 2022.

A manutenção pesada de um Boeing 767

As manutenções pesadas de aeronaves Boeing 767 são realizadas a cada 18 meses e podem durar de 25 a 35 dias, variando de acordo com a idade da aeronave e as orientações do fabricante. Fazem parte dessas manutenções:

Testes nos sistemas e componentes da aeronave para identificar possíveis falhas.
Inspeções estruturais a partir do momento que o avião é desmontado, para verificar trincas e corrosões, danos considerados naturais por conta do processo de envelhecimento do avião.
Reparos e correção de eventuais problemas. Após a montagem do avião, são realizadas diversas baterias de testes para identificar se os problemas foram corrigidos.

LATAM MRO de São Carlos: referência na América Latina

Em conjunto, todos esses números reforçam a excelência dos serviços prestados pelo LATAM MRO de São Carlos, considerado um polo de tecnologia e inovação. Há quatro anos, realiza mais de 90% dos checks dentro do prazo e é referência em manutenção aeronáutica no Brasil e na América Latina. A unidade brasileira também é alvo de constantes investimentos da LATAM, incluindo novos equipamentos, expansão de áreas de manobra de aeronaves e modificações no hangar, além da adoção recente de drones e robôs para otimizar um dos processos de inspeção de suas aeronaves, por exemplo.

Compartir noticia:
Fuente: LATAM
Input your search keywords and press Enter.