Ahora leyendo:
LATAM prevê recuperar até 107% da sua oferta no Brasil em janeiro, mas percentual depende do avanço da Ômicron
Toda la noticia 3 minutes read

LATAM prevê recuperar até 107% da sua oferta no Brasil em janeiro, mas percentual depende do avanço da Ômicron

No comparativo com 2019 (antes da pandemia de Covid19), a LATAM prevê recuperar até 107% da sua oferta doméstica de assentos (ASK*) no Brasil em janeiro deste ano, mas esse percentual depende do avanço da Ômicron. A companhia permanece atenta à evolução da pandemia, aos impactos da variante e às restrições dos países para realizar ajustes em seus voos e projeções, se necessário.

Ao todo, a LATAM programou para este mês no Brasil uma média de 583 voos domésticos por dia para 49 destinos nacionais (antes da pandemia eram 44). Do Brasil ao exterior, prevê recuperar neste mês até 54% da sua oferta internacional de assentos (ASK*) e já restabeleceu voos para 19 destinos a partir do País: Assunção, Barcelona, Bogotá, Buenos Aires/Aeroparque, Buenos Aires/Ezeiza, Cidade do México, Frankfurt, Lima, Lisboa, Londres, Madri, Mendoza, Miami, Milão, Montevidéu, Nova York, Orlando, Paris e Santiago.

Líder do mercado brasileiro nos últimos quatro meses, segundo a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), a LATAM também iniciou as vendas de passagens aéreas para mais sete novos destinos no Brasil (Bauru, Presidente Prudente, Juiz de Fora, Montes Claros, Sinop, Cascavel e Caxias do Sul). Além disso, foi autorizada a voar para Fernando de Noronha e prevê anunciar em breve mais detalhes sobre esta operação.

Operação global do Grupo LATAM

Somadas todas as suas filiais, o Grupo LATAM prevê retomar até 72% da sua oferta total de assentos (ASK*) em janeiro de 2022, na comparação com janeiro de 2019 (antes da pandemia). Além disso, prevê operar neste mês quase 1.245 voos diários (domésticos e internacionais) para 132 destinos em 18 países. Na divisão de cargas, a companhia programou 1.190 voos em aeronaves cargueiras, com um nível médio de utilização 8% superior ao do mesmo mês de 2019.

Em dezembro de 2021 (na comparação com dezembro de 2019), o Grupo LATAM registrou uma demanda de passageiros (RPK**) de 68,8% e uma oferta de assentos (ASK*) de 70,1%, resultando em uma taxa de ocupação de 82% (redução de 1,6 ponto percentual). Já no transporte de cargas, também em comparação com dezembro de 2019, registrou uma ocupação de 60,6% (aumento de 3,4 pontos percentuais).

*ASK: sigla em inglês para Assentos-Quilômetros Oferecidos
*RPK: sigla em inglês para Passageiros-Quilômetros Transportados

Compartir noticia:
Fuente: LATAM
Input your search keywords and press Enter.