Ahora leyendo:
Chegada de turistas estrangeiros no Rio Grande do Norte cresce 12% em 2019
Toda la noticia 2 minutes read

Chegada de turistas estrangeiros no Rio Grande do Norte cresce 12% em 2019

Com base no monitoramento das atividades turísticas, a Secretaria de Estado do Turismo e Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur) divulgaram o balanço do segmento referente ao ano de 2019, no Rio Grande do Norte. Os dados, tendo como base a disponibilidade de leitos, média histórica de ocupação, movimentação do principal aeroporto e pesquisas de perfil de demanda,, foram calculados pelo setor de estatística da Emprotur.

Aviação
Após diversas negociações e a redução do preço do QAV, o segundo semestre de 2019, entre os meses de agosto a novembro, registrou um crescimento de 14% do número de pousos e decolagens no estado em relação ao ano passado. A Latam apresentou um crescimento de 21%, a Gol de 10% e a Azul de 13,2%, de acordo com dados da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), que disponibiliza os Indicadores do Mercado de Transporte Aéreo.

“A malha aérea do nosso estado estava declinando nos últimos anos. No primeiro semestre de 2019 todo o turismo brasileiro foi afetado com a quebra da Avianca, mas o governo estava atento às necessidades da aviação no nosso estado, redesenhando a nova política de isenção do QAv, em uma ação conjunta da entre as secretarias de Turismo e de Tributação. Os efeitos da assinatura do decreto, realizada no mês de junho, podem ser observados nos dados da Anac. O crescimento foi expressivo para toda a cadeia turística”, completou a titular da pasta.

Para 2020, a perspectiva é de receber voos oriundos de novos destinos na alta estação, como é o caso de Goiânia, e, a partir de fevereiro, incrementar a entrada internacional com voo diário entre Lisboa e Natal ampliado pela TAP.

Turismo Internacional
A entrada de turistas internacionais no estado representou um acréscimo de 12%, sendo 27.009, em 2019, contra 23.748 de 2018. O segundo semestre teve crescimento de 15% em relação ao ano passado em movimentação de passageiros, no total de embarque e desembarque, e, 33% considerando apenas desembarques. Os resultados foram obtidos com base na análise dos dados da Polícia Federal. No movimento de aeronaves, foi registrado um número 44% maior que do que os resultados de 2018…

Compartir noticia:
Input your search keywords and press Enter.