Ahora leyendo:
IATA faz apelo para governos da América Latina diante da crise do coronavírus
Toda la noticia 2 minutes read

IATA faz apelo para governos da América Latina diante da crise do coronavírus

A Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA, na sigla em inglês) reforçou o pedindo aos governos latino-americanos que seja feita uma coordenação, com o melhor alinhamento possível, durante a retomada do serviço aéreo na região.

O objetivo é alinhar os procedimentos e protocolos durante a reabertura de fronteiras, visto que um esforço descoordenado poderá dificultar ainda as companhias aéreas. A expectativa de diversos órgãos de aviação é que o processo de normalização do transporte aéreo poderá consumir mais de seis meses.

Responsável por representar 290 companhias em todo o mundo, a IATA afirma ter alcançado governos de todos os continentes para pedir apoio as medidas sincronizadas, permitindo que o setor aéreo retorne de maneira ordenada quando houve a volta da demanda por viagens aéreas.

“Estamos trabalhando com os governos para garantir que a reinicialização seja bem coordenadas, alinhadas e que as suas comunicações sejam claras. É um passo fundamental se quisermos incentivar os consumidores a voarem, tornando um grande desafio no começo”, disse Peter Cerda, vice-presidente regional da IATA para as Américas.

Segundo a associação, cerca de 80% do tráfego aéreo se encontra parado em algumas regiões onde a indústria da aviação é vital para conectar grandes centros populacionais, o que acabou afetando diretamente parte da vida cotidiana e bem-estar econômico de alguns países. Dados da agencia de auditoria Cirium mostra que 64% da frota global de aviões comerciais esteve no chão durante a segunda semana de abril.

“O setor tem um enorme impacto direto e indireto em muitas esferas da vida. Não se trata do resgate financeiro de companhias aéreas, mas de ajudar o setor (companhias aéreas, aeroportos, agentes, qualquer pessoa da cadeia do setor), causando grandes implicações na América Latina e Caribe”, disse Cerda.

A IATA afirma que o setor de aviação é responsável por empregar cerca de 7,2 milhões de pessoas apenas nos países latinos-americanos, injetando anualmente cerca de US$ 167 bilhões ao produto interno bruto na região…

Compartir noticia:
Input your search keywords and press Enter.