Ahora leyendo:
A SITA anunciou hoje o lançamento do Health Protect
Toda la noticia 5 minutes read

A SITA anunciou hoje o lançamento do Health Protect

A SITA anunciou hoje o lançamento do Health Protect – uma solução para ajudar companhias aéreas, aeroportos, governos e passageiros a compartilharem de maneira segura informações sobre exames de saúde ou vacinas necessários durante a viagem aérea.

Testes bem-sucedidos já foram realizados com viajantes para os Emirados Árabes Unidos, e em breve começarão no Aeroporto de Milão Malpensa.

Para muitos países, a recuperação econômica da pandemia COVID-19 depende fortemente de viagens e turismo. À medida que os governos em todo o mundo buscam uma maneira de retomar viagens seguras e protegidas após o COVID-19, a capacidade dos passageiros de compartilhar informações vitais de saúde, como resultados de testes PCR ou histórico de vacinação, é cada vez mais importante. O Health Protect da SITA permite que companhias aéreas e passageiros possam enviar os documentos exigidos pelo governo de forma segura.

Um benefício importante é a capacidade única de se integrar perfeitamente com vários sistemas de passes de viagem ou “passaportes de saúde”, preenchendo a lacuna necessária para os processos de aviação e fronteira. Fundamentalmente, ao incorporar o Processamento Avançado de Passageiros (APP, Advance Passenger Processing), permite às autoridades, no check-in, a tomar uma decisão se um passageiro pode viajar, melhorando a segurança de todos os passageiros e evitando custos com voos de retorno.

Passageiros sem a documentação exigida, ou considerados de alto risco, não poderão fazer o check-in do seu voo, evitando seu deslocamento para o aeroporto. Ao facilitar a inclusão de passes de saúde em sistemas de processamento de passageiros existentes, comprovados e confiáveis, o Health Protect minimiza o impacto operacional e técnico nas transportadoras e nos portos.

Combinando a funcionalidade de formulários de localização de passageiros, atestados de saúde e declarações de viagem, bem como a Autorização Eletrônica de Viagem (ETA, Electronic Travel Authorization), o Health Protect proporcionará confiança para todas as partes interessadas viajarem novamente, com segurança e proteção, apoiando uma viagem contínua e sem contato para o passageiro. Também oferecerá aos passageiros a certeza de que possuem os documentos corretos antes da partida, principalmente em um momento em que os protocolos de fronteiras mudam regularmente.

No aeroporto, o Health Protect também se integra aos sistemas existentes de processamento de passageiros do aeroporto para verificar o estado de saúde do passageiro em cada ponto do processo, usando a tecnologia de monitoramento de fluxo de passageiros sem toque, o SITA Flex.

David Lavorel, CEO da SITA AIRPORTS & BORDERS (Aeroportos e Fronteiras), disse: “Estamos entusiasmados com o potencial do SITA Health Protect para preencher a lacuna entre as companhias aéreas que retomam as operações normais e o foco dos governos em manter o controle do COVID-19. A recuperação do COVID-19 levará tempo e é complexa, mas acreditamos que a SITA pode desempenhar um papel fundamental ao permitir uma experiência de viagem mais segura e simples para os passageiros.”

Sucesso comprovado
Pela primeira vez e nesta semana, um pequeno grupo de passageiros que viajaram da Alemanha e da Estônia para os Emirados Árabes Unidos, testou a nova plataforma de dados de saúde e o aplicativo SimplyGo, ao vivo. Como parte do projeto de teste, o SimplyGo fez parceria com a SITA para uso do SITA Health Protect.

Durante o teste, os viajantes obtiveram um resultado negativo para COVID-19 por meio de seu aplicativo SimplyGo antes de viajar. Os dados foram então armazenados de forma segura na plataforma SimplyGo para serem acessados por companhias aéreas e oficiais de fronteira que autorizaram o embarque do avião e, eventualmente, a chegada ao país de destino, os Emirados Árabes Unidos. A integração com os sistemas governamentais dos Emirados Árabes Unidos foi possível através da plataforma APP da SITA.

A integração do SimplyGo com o APP faz parte do ecossistema Health Protect da SITA, para simplificar e automatizar a inclusão de dados de saúde nos processos existentes de companhias aéreas, aeroportos e governos. Ao adaptar o APP para atender às atuais demandas de saúde do COVID-19, o processamento de passageiros é mais rápido e a viagem se torna mais agradável, enquanto o aeroporto se beneficia de maior eficiência e segurança.

Da mesma forma, o SEA Milan Airports, o segundo grupo aeroportuário mais movimentado da Itália, está colaborando com a SITA para lançar uma plataforma-piloto inovadora, que digitaliza declarações de COVID-19 em voos e gerencia o processo de teste no aeroporto Malpensa em Milão (MXP).

A SITA continua a trabalhar em estreita colaboração com os governos em todo o mundo para apoiá-los na reabertura segura das fronteiras. A SITA está trabalhando com o governo australiano, companhias aéreas e aeroportos para apoiar a implementação de controles de fronteira que ajudaram a minimizar e gerenciar os impactos da pandemia em nível nacional. Essa abordagem tem posicionado bem a Austrália para a reabertura segura das fronteiras no futuro.

Sobre o Health Protect
O Health Protect compreende um conjunto de soluções, incluindo SITA Health ETA (Autorização Eletrônica de Viagem), SITA Advance Passenger Processing (APP) e SITA Flex para monitoramento do fluxo de passageiros no aeroporto. A seleção da combinação certa de produtos e a integração com um sistema de passe de saúde como o SimplyGo garante que os governos estejam cientes de quem pretende viajar e de seu estado de saúde. Os governos podem, então, tomar decisões informadas sobre quem pode viajar.

Compartir noticia:
Fuente: SITA
Input your search keywords and press Enter.