Please ensure Javascript is enabled for purposes of website accessibility
Ahora leyendo:
Aeroporto de Brasília recebe certificação internacional de redução de emissão de carbono
Toda la noticia 2 minutes read

Aeroporto de Brasília recebe certificação internacional de redução de emissão de carbono

O Conselho Internacional de Aeroportos para América Latina e Caribe (ACI-LAC) certificou o Aeroporto de Brasília no seu programa ACI Airport Carbon Accreditation (ACA) nível 2 – redução. Este programa avalia e reconhece o esforço da Inframerica para gerenciar e reduzir as emissões de carbono no terminal brasiliense.

“Esta é uma certificação importante e é fruto do resultado de diversas ações que a concessionária vem realizando no Aeroporto de Brasília para tornar as operações de todo o aeródromo mais sustentáveis”, conta Juan Djedjeian, vice-presidente da Inframerica.

Foram realizados investimentos importantes pela Inframerica demonstrando maior responsabilidade ambiental nas operações do terminal brasiliense. Ao longo dos anos foram substituídas lâmpadas e refletores comuns por LED, tanto nos terminais, quanto nas áreas de pátio e pistas, além da adoção de utilização de fontes de energias renováveis. A administradora implantou também uma Usina Fotovoltaica para produção de energia de fonte solar que serve para abastecer parte do consumo do terminal aéreo. Atualmente 7% do consumo do aeroporto é proveniente desta planta. Este consumo equivale o abastecimento de 1.462 casas populares. Outra ação importante foi a implantação do gerenciamento de consumo de energia elétrica, realizado pelo Centro de Controle de Manutenção – CCM, por meio de um sistema automatizado capaz de monitorar as principais fontes consumidoras de energia do aeroporto. Isso possibilita que anomalias sejam rapidamente corrigidas. Além disso, a Inframerica em parceria com a Engie fornece eletricidade e ar-condicionado aos aviões estacionados no Aeroporto de Brasília com energia renovável, substituindo os equipamentos movidos a combustível fóssil que faziam tal abastecimento. Com isso, há uma redução das emissões de carbono, tornando tanto as empresas aéreas como o terminal mais sustentáveis.

Todos esses esforços estão alinhados com as melhores práticas internacionais e recomendações da Organização de Aviação Civil Internacional. Assim, as medidas adotadas pela Inframerica contribuem para a redução do impacto do setor aéreo brasileiro no meio ambiente e na mudança do clima. A equipe de Meio Ambiente da Inframerica segue estudando novas tecnologias para redução de poluentes e tornar a operação de Brasília ainda mais sustentável.

Compartir noticia:
Input your search keywords and press Enter.