Ahora leyendo:
Aeroportos: metas do governo para 2022 incluem 41 concessões, obras e venda de participação
Toda la noticia 2 minutes read

Aeroportos: metas do governo para 2022 incluem 41 concessões, obras e venda de participação

O Ministério da Infraestrutura divulgou na última segunda-feira (15) um programa de metas a ser concluído até 2022. A lista, denominada “Carteira de Projetos”, inclui a concessão de 41 aeroportos em todas cinco regiões do país. Deste total, 22 já integram o estudo que resultará na 6ª rodada de concessões. Todos já estão qualificadas pelo PPI (Programa de Parcerias de Investimentos).

“Nós temos o maior programa de concessão de ativos de infraestrutura do mundo. Existe um interesse claro dos investidores estrangeiros em investir no Brasil e nosso trabalho é atrair esse mercado”, observa o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Gomes Freitas.

O leilão da próxima rodada está previsto para o início do segundo semestre de 2020. Somente da região Sul farão parte do certame nove aeroportos: Curitiba (PR), Bacacheri (PR), Foz do Iguaçu (PR), Londrina (PR), Joinville (SC), Navegantes (SC), Pelotas (RS), Bagé (RS) e Uruguaiana (RS).

Na região Norte serão sete: Manaus (AM), Boa Vista (RR), Porto Velho (RO), Tefé (AM), Tabatinga (AM), Rio Branco (AC) e Cruzeiro do Sul (AC). A região Centro-Oeste terá seis aeroportos concedidos: Goiânia (GO), Palmas (TO), São Luís (MA), Teresina (PI), Imperatriz (MA) e Petrolina (PE). Para este grupo da 6ª rodada está prevista a arrecadação de R$5 bilhões.

7ª RODADA
Fechando as metas do governo, a sétima rodada de concessões contará com três blocos e uma arrecadação prevista de R$ 5,28 bilhões. Esta rodada é considerada a principal, por englobar os aeroportos de Santos Dumont (RJ) e Congonhas (SP), que foram deixados para o final para garantir a sustentabilidade da Infraero.

O primeiro bloco reunirá aeroportos de Rio de Janeiro e Minas Gerais, incluindo S antos-Dumont (RJ), Jacarepaguá (RJ), Uberlândia (MG), Montes Claros (MG), Pampulha (MG), Carlos Prates (MG), Uberaba (MG). Esta rodada englobara outro bloco com terminais da região Norte, desta vez com Belém (PA), Júlio César (PA), Santarém (PA), Marabá (PA), Carajás (PA), Altamira (PA), Macapá (AP).

O último bloco contará com cinco aeroportos de São Paulo e Mato Grosso do Sul: Congonhas (SP), Campo de Marte (SP), Campo Grande (MS), Corumbá (MS), Ponta Porã (MS)…

Compartir noticia:
Input your search keywords and press Enter.