Ahora leyendo:
Azul apoia pesquisa pioneira sobre o estado de fadiga de tripulações da aviação civil brasileira
Toda la noticia 3 minutes read

Azul apoia pesquisa pioneira sobre o estado de fadiga de tripulações da aviação civil brasileira

Colocando em prática o primeiro valor da companhia, que é a segurança, a Azul formaliza seu apoio ao Fadigômetro, projeto desenvolvido por pesquisadores do Instituto de Física, Instituto de Biociências e Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo para gerenciamento dos riscos da fadiga na aviação. Eleita a melhor companhia aérea do mundo, segundo ranking de 2020 do Tripadvisor, a Azul é a única empresa de aviação civil brasileira a cooperar com a pesquisa, demonstrando seu apoio às melhores práticas para garantir a segurança de todos os seus Tripulantes e Clientes.

Pioneiro no mundo, o Fadigômetro tem por objetivo a criação de um banco de dados sobre o estado de alerta das tripulações da aviação civil brasileira durante suas jornadas de trabalho a fim de identificar perigos relativos à queda do desempenho cognitivo e, assim, mitigar possíveis incidentes derivados do cansaço. Para isso, os pesquisadores começaram a mapear e analisar as escalas de trabalho dos aeronautas com a ajuda de um software de gerenciamento de fadiga humana SAFTE-FAST (Sleep, Activity, Fatigue, and Task Effectiveness – Fatigue Avoidance Scheduling Tool). Baseado em um modelo biomatemático, o algoritmo leva em conta o processo homeostático, ritmos circadianos associados à atenção/vigília e à inércia do sono para, a partir desses dados, construir relatórios que podem ajudar a propor métodos para a análise do risco da fadiga bem como estratégias para sua mitigação.

Através do apoio da Azul, o Fadigômetro tem acesso não-nominal às escalas de voos dos pilotos e comissários da companhia, que fazem sua adesão de forma voluntária e anônima na pesquisa.

“Os resultados desse estudo serão importantes para balizar com maior precisão nossas escalas de trabalho para os aeronautas, garantindo a saúde e a segurança de todos. Estamos muito honrados em participar dessa pesquisa pioneira no mundo que nos ajudará a avaliar a jornada de nossos Tripulantes, gerando uma sinergia com nosso primeiro valor na Azul: a segurança”, afirma Ivan Carvalho, diretor de Segurança Operacional da companhia.

O Fadigômetro é um projeto financiado e desenvolvido em uma parceria entre o Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA), Associação Brasileira de Pilotos da Aviação Civil (ABRAPAC), ASAGOL (Associação dos Aeronautas da Gol) e ATL (Associação dos Tripulantes da Latam Brasil). Resultados iniciais da pesquisa, referentes ao ano de 2018, podem ser encontrados em publicação recente na Revista Brasileira de Medicina do Trabalho.

Compartir noticia:
Fuente: Azul
Input your search keywords and press Enter.