Please ensure Javascript is enabled for purposes of website accessibility
Ahora leyendo:
Azul é eleita a aérea mais sustentável do país em 2022, segundo relatório
Toda la noticia 3 minutes read

Azul é eleita a aérea mais sustentável do país em 2022, segundo relatório

A Azul Linhas Aéreas tem bons motivos para manter seu olhar otimista sobre um futuro promissor, ainda mais agora em 2013, ano do seu 15º aniversário. E uma lista dessas razões – em forma de iniciativas já realizadas ou de planos estratégicos – aparece no seu Relatório de Sustentabilidade de 2022.

O documento, que foi verificado por um auditor independente, já está disponível nas versões em português e inglês no site da Azul de Relações com Investidores e, logo na sua apresentação, reforça o compromisso da aérea a longo prazo com seu desenvolvimento e também com o planeta: “Nas páginas deste relatório, trazemos tudo o que realizamos em 2022 para fortalecer nossa visão de construirmos juntos a melhor companhia aérea do mundo e também a melhor para o mundo”.

Além dos valores, dos marcos históricos, da estrutura e das unidades de negócio, dos principais números e de análises sobre o desempenho operacional e financeiro da companhia, o Relatório reúne todas as iniciativas, parcerias, projetos e, especialmente, resultados que demonstram o cumprimento da Azul dos princípios ESG, de sustentabilidade ambiental, responsabilidade social e governança.

Um dos principais destaques em 2022 foi o investimento da Azul em Pessoas, especialmente no que se refere ao desenvolvimento profissional e pessoal de seus quase 14 mil Tripulantes. Só para citar algumas iniciativas, a companhia, com a ajuda de seus cursos e programas de capacitação e reconhecimento, promoveu mais de 1.900 de seus Tripulantes em 2022 (só neste ano já foram mais 600 promoções).

Também foram mais de duas mil contratações de novos profissionais no ano passado, para diversos setores. Ao todo, 40% dos cargos de liderança são ocupados por mulheres, e a companhia também atingiu a equidade salarial em todas as funções.

Mas não é só. O seu Programa de Eficiência de Combustível (o PEC) proporcionou uma economia de 134 mil toneladas de CO2,. E, com 30 novas bases colocadas em operação no país e mais voos para áreas de difícil acesso, como a região da Amazônia Legal, a Azul também seguiu com sua missão de conectar todas as regiões do país ao mundo – e de levar não apenas voos, mas também desenvolvimento para as comunidades locais.

Para Jason Ward, vice-presidente de Clientes, Pessoas e ESG, a Azul acredita que o investimento em seus Tripulantes é o primeiro passo para disseminar a melhor cultura para o favorecimento de um desenvolvimento sustentável. Isso porque são as pessoas que ajudam a companhia não apenas a aplicar internamente as boas práticas de ESG, como também servir de referência.

“A Azul quer ampliar tudo o que tem feito pelos princípios ESG, usando nossa potência para promover essas ações nas mais de 150 cidades que operamos no país”, explica.

Segundo o destaque que o relatório dá às premiações e aos reconhecimentos recebidos pela Azul, a companhia aérea já tem conseguido manter esse status de exemplo em vários campos, mas especialmente em Sustentabilidade…

Compartir noticia:
Input your search keywords and press Enter.