Ahora leyendo:
Embraer e Boeing aprovam termos de acordo
Toda la noticia 2 minutes read

Embraer e Boeing aprovam termos de acordo

A Embraer informou nesta segunda-feira (17) que aprovou com a fabricante norte-americana de aeronaves Boeing os termos do acordo estratégico anunciado em julho do ano passado, que cria uma nova empresa (joint venture) no Brasil, a JV Aviação Comercial.

Segundo a parceria, o novo negócio (joint venture) de aviação comercial é avaliado em US$ 5,26. Inicialmente, as duas empresas estimavam que o valor seria de US$ 4,75 bilhões.

A JV Aviação Comercial terá participação de 80% da Boeing – que fará um aporte de US$ 4,2 bilhões no negócio –, e os 20% restantes serão da Embraer.

O acordo ainda precisa ser aprovado pelo governo brasileiro., que tem poder de veto em decisões estratégicas da companhia, como a transferência de controle acionário da companhia. Isso porque ele é dono de uma “golden share” da empresa. Entenda

“A parceria estratégica será, então, submetida à aprovação dos acionistas, das autoridades regulatórias, bem como a outras condições pertinentes à conclusão de uma transação deste tipo”, informou a Embraer.

Negócio de aviação comercial
A expectativa é que a parceria só tenha efeitos no lucro por ação da Boeing após 2020. O negócio deve gerar sinergias anuais de cerca de US$ 150 milhões – antes de impostos – até o terceiro ano de operação.

Após concluída a transação, a joint venture será liderada por uma equipe de executivos no Brasil, incluindo um presidente e CEO. A Boeing terá o controle operacional e de gestão da nova empresa, que responderá diretamente a Dennis Muilenburg, presidente e CEO da Boeing.

A Embraer terá poder de decisão para alguns temas estratégicos, como a transferência das operações do Brasil. A empresa espera que o resultado da operação, descontados os custos de separação, seja de aproximadamente US$ 3 bilhões…

Compartir noticia:
Input your search keywords and press Enter.