Ahora leyendo:
LATAM encerra 2021 com melhorias contínuas em suas receitas, redução de custos e avanços importantes em seu processo de Capítulo 11
Toda la noticia 4 minutes read

LATAM encerra 2021 com melhorias contínuas em suas receitas, redução de custos e avanços importantes em seu processo de Capítulo 11

O Grupo LATAM divulgou hoje seus resultados financeiros correspondentes ao quarto trimestre de 2021, que mostram a melhoria contínua dos níveis de tráfego aéreo da companhia como resultado do relaxamento das restrições de viagens e do avanço no processo de vacinação da população.

No último trimestre de 2021, a receita operacional total somou US$1,995 bilhões, ou seja, resultado 30,5% abaixo dos níveis de 2019, mas 51,9% superior aos números do terceiro trimestre de 2021. E, pela primeira vez desde o início da pandemia, o grupo registrou um resultado operacional positivo, que totalizou US$73,4 milhões no trimestre.

Ao longo de todo o ano de 2021, a receita total da companhia atingiu US$5,011 bilhões, uma queda de 51% em relação a 2019.

As operações do grupo LATAM alcançaram 63,5% dos níveis do mesmo trimestre de 2019 (medida em ASK), correspondendo a um aumento de capacidade de 29,6% em relação ao terceiro trimestre de 2021, impulsionada principalmente pela reativação do tráfego doméstico.

Assim como nos trimestres anteriores de 2021, as operações das subsidiárias de carga da LATAM continuaram apresentando um sólido desempenho, com receitas que aumentaram 66% em relação ao mesmo período de 2019, totalizando US$ 464,8 milhões. No entanto, até agora a lenta recuperação dos voos internacionais impossibilitou o retorno aos níveis pré-pandemia.

As despesas operacionais totais foram de US$ 1,992 bilhões no quarto trimestre de 2021, representando uma redução de 23,7% em relação ao mesmo período de 2019, após os esforços de reestruturação de custos do grupo. O CASK (custo por ASK) ex-combustível melhorou 25% em relação ao terceiro trimestre de 2021, de US$7,4 centavos para US$ 5,6 centavos. Os custos relacionados às operações permanecem abaixo dos níveis pré-pandemia de 2019, mas mostraram um aumento nos últimos trimestres, impulsionados pela recuperação operacional e fortes incrementos nos preços dos combustíveis.

Roberto Alvo, CEO da LATAM, afirmou que “esperamos que a operação continue se recuperando para atingir os níveis que conhecíamos em 2019, mas não podemos perder de vista que nos encontramos em um contexto incerto não apenas pela efeitos das novas variantes do COVID 19, mas também devido à tensão de um conflito de guerra que deixa o mundo em alerta e que impacta o preço do petróleo”.

O Grupo aguarda a aprovação da sua Declaração de Divulgação (Disclousure Statement) por parte do Tribunal nos Estados Unidos. Por outro lado, pretende sair do seu processo de Capítulo 11 durante o segundo semestre de 2022, encerrando uma etapa de importante transformação que permitiu a construção de uma organização renovada, mais ágil, com um balanço sólido, uma estrutura de custos muito competitiva e um bom nível de liquidez, que permitirão enfrentar em boa situação os desafios futuros do negócio.

Durante 2021, o Grupo LATAM não apenas simplificou processos, redesenhou estratégias de frota, renegociou contratos e reestruturou custos, como também deu um passo fundamental para a projeção futura das operações. Em meio à pandemia, a LATAM apresentou sua estratégia de sustentabilidade para 2050 com foco em mudanças climáticas, economia circular e valor compartilhado.

A estratégia de sustentabilidade considera metas bem definidas: zero resíduos em aterros sanitários até 2027, neutralidade de carbono até 2050 e proteção de ecossistemas emblemáticos na América do Sul. Nesta última área, destaca-se a aliança entre a LATAM e a Fundação Cataruben para a conservação e restauração de um ecossistema emblemático da América do Sul, 200 mil hectares de savana inundável localizada na região de Orinoquía, na Colômbia.

Por meio do programa “Avião Solidário”, que busca gerar valor na sociedade por meio do transporte de passageiros e cargas sem custo, o grupo transportou mais de 232 milhões de vacinas contra a Covid-19 e 3.400 profissionais de saúde para atender às necessidades urgentes relacionadas à pandemia.

Compartir noticia:
Fuente: LATAM
Input your search keywords and press Enter.