Please ensure Javascript is enabled for purposes of website accessibility
Ahora leyendo:
Novas instalações do Aeroporto de Passo Fundo entram em operação na sexta (20)
Toda la noticia 3 minutes read

Novas instalações do Aeroporto de Passo Fundo entram em operação na sexta (20)

As novas instalações do Aeroporto Lauro Kurtz, de Passo Fundo, entram em operação na próxima sexta-feira (20/1). A chegada do primeiro voo, da empresa Azul, está prevista para 9h25min. A data de início das atividades foi definida pelo Departamento Aeroportuário (DAP) da Secretaria de Logística e Transportes (Selt), juntamente com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) – gestora do aeroporto contratada pelo governo do Estado –, companhias aéreas e a prefeitura de Passo Fundo.

Em dezembro de 2022, em reunião que contou com a participação do DAP, da Infraero e de secretários de Passo Fundo, as operadoras aéreas Gol e Azul foram informadas de que todos os itens necessários para a utilização do terminal estavam atendidos. A intenção do Estado era realizar a migração para as novas instalações ainda em dezembro, mas, após ajustes das companhias aéreas, foi definido que ocorreria na segunda quinzena de janeiro de 2023.

Nos últimos dois anos, o aeroporto passou por ampliação e modernização de todo o sítio aeroportuário, a partir do Termo de Compromisso (TC) 5/2017, firmado entre a Secretaria de Aviação Civil (SAC), vinculada ao Ministério da Infraestrutura do governo federal, e a Selt. Com ordem de início emitida no final de outubro de 2020, a pista de pouso e decolagem foi totalmente recuperada, aumentando a capacidade estrutural.

Também houve a instalação de equipamentos de auxílio à navegação, balizamento a led e constituição de um pátio para aeronaves – com cinco posições 3C (quatro posições B737.800/Embraer 195-E2 e uma posição ATR-72) e aproximadamente 16 mil metros quadrados – e de um terminal com mais de 2 mil metros quadrados, além de uma subestação e uma central de utilidades.

Complementam as novidades a execução de vias de serviço (Seção de Combate a Incêndios e abastecimentos), áreas de estacionamento e melhorias no acesso ao terminal. No termo de compromisso firmado com a SAC, está prevista a reforma do terminal antigo para abrigar a Seção de Combate a Incêndio (Sescinc). O processo se encontra em fase final de contratação do projeto. Atualmente a categoria da Sescinc é CAT 5, atendida pelo Corpo de Bombeiros Militar.

Investimentos

No total, foram investidos R$ 54.908.509,81, cabendo ao Estado R$ 11.908.509,81, cerca de 22% do total. Além desse valor, o termo de compromisso determina que também compete ao Estado a aquisição dos equipamentos e mobiliários para o terminal (esteiras, balcões, raio x, pórtico e mobiliários em geral), orçados em aproximadamente R$ 2,5 milhões. Nesse item, o Estado conseguiu uma cessão de uso não onerosa dos equipamentos com a Infraero (esteiras, balcões de check-in e carrossel de bagagens no desembarque), que deverá passar por modernização (retrofit) no valor de R$ 102 mil. A manutenção dos veículos de combate a incêndio recebeu R$ 64 mil de investimento.

A contratação da Infraero pelo Estado para a gestão do aeroporto tem um custo aproximado de R$ 266 mil mensais. Prestes a completar 50 anos, a empresa atua como braço executor de políticas públicas para a aviação civil, com a finalidade de implantar, administrar, operar e explorar industrial e comercialmente a infraestrutura aeroportuária. Sua rede é composta, atualmente, por 19 aeroportos. Também mantém dez contratos de gestão e operação com Estados e municípios.

Compartir noticia:
Fuente: Infraero
Input your search keywords and press Enter.