Ahora leyendo:
Brasileiros redescobrem as férias na vizinhança
Toda la noticia 2 minutes read

Brasileiros redescobrem as férias na vizinhança

Com a disparada de 21,7% do dólar no ano, aumenta a procura de turistas brasileiros por destinos na América Latina. Antes de embarcar, a dúvida é qual moeda levar: a do destino, nossos reais ou dólar? A maioria indica dólar, mas em cidades grandes de Chile e Uruguai, por exemplo, o real é bem aceito. Na Argentina, pode significar perda de dinheiro. Quem viaja para Peru, Colí´mbia, México e Equador deve confiar mais na segurança do dólar, enquanto em Cuba o indicado é levar euros.

De maneira geral, é interessante garantir 10% do valor em moeda local ou pelo menos recursos para as despesas iniciais "” como o transporte do aeroporto "” e se resguardar com uma parte em dólar. A tendência é que a moeda americana se valorize daqui para a frente em relação ao real e às demais moedas. Isso ajuda principalmente quando se começa a juntar o dinheiro para a viagem com antecedência: nesse caso a sugestão é mesmo os dólares.

Com a instabilidade do dólar, o cartão de crédito acaba sendo uma escolha de risco, já que o viajante paga a cotação do dia de vencimento da fatura, e o valor pode subir até lá. Há ainda os 6,38% do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF)…

Compartir noticia:
Input your search keywords and press Enter.